0

3 plataformas para oferecer um infoproduto

Já se sabe que o boom da internet originou diversas maneiras de se fazer dinheiro sem sair de casa, certo? Por meio de blogs, sites e o uso de redes sociais você consegue montar seu negócio e divulgá-lo gratuitamente. É a geração dos trabalhadores “in home” – ou seja, da galera que usa a internet não apenas como meio de diversão, entretenimento e atualidade, mas para trabalho duro e a fonte de renda do mês.

E a novidade da vez não fica de fora disso: são os infoprodutos. Exatamente isso que você leu: “info” por serem mercadorias online nas quais os consumidores não conseguem tocar (não são objetos) e “produtos” por serem coisas que as pessoas compram e fazem uso para o bem-estar. Nessa lista de produtos “infos”, incluem-se: filmes, séries, músicas, áudios, e-books e etc. E vai me dizer que você nunca comprou algo desse gênero pela internet?

O legal desse tipo de trabalho é que sua rotina torna-se flexível e a ideia do “nine to five” tem sido abolida do mercado de trabalho. Cada pessoa acaba por fazer seu próprio horário de trabalho, ajustando às atividades do dia a dia com a rotina e não ficando “presa” com empregos fixos. Claro que “nem tudo são flores” e é preciso trabalho duro para se conquistar sucesso, mas esse tipo de trabalhador tem sido a promessa da vez.

Para você que está a fim de ingressar nesse mundo cabe saber algumas coisas, como: quais ferramentas usar para a divulgação infalível do meu infoproduto? Pensando nisso e já querendo adiantar o seu lado, montamos uma listinha de alguns meios legais para que você possa fazer o seu marketing e ter resultados positivos. Veja só!

Erros ao divulgar o infoproduto

Quer fazer um bom negócio nos dias de hoje? Invista nas redes sociais!

Pois é, não tem como fugir. As plataformas mais acessadas hoje são as redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter e etc. Divulgando seu infoproduto nesses meios, você garante maior visibilidade, “likes” e compartilhamento. Ou seja, como as redes sociais são meios de grande audiência, você tem a certeza de que suas vendas serão maiores.

Além disso, as redes são meios de conversa: as pessoas dialogam sobre suas preferências, expõem as ideias e dividem opiniões, ou seja, isso garante que uma pessoa de uma cidade X leve o seu produto para outra de um outro estado, sem que você se mexa para isso. Postou, está divulgado e a própria rede social se encarrega pelo aumento da popularidade do seu infoproduto.

Não fugindo do tradicional: os fóruns de discussões

Como já sabemos, nesses fóruns de discussões “caem” todos os tipos de assuntos possíveis – e isso tem seu lado bom e seu lado ruim. O fato é: se você investir largamente na qualidade do seu infoproduto, as pessoas que participam de um fórum só terão como falar bem da mercadoria, agregando, assim, mais adeptos para a sua “marca” (se já podemos chamar assim o seu negócio).

Essa é a vantagem desse canal: como ele é bastante dividido e tem o envolvimento de bastantes pessoas que procuram por informações sobre determinado produto, ele acaba sendo largamente divulgado e pessoas que antes não sabiam da existência do infoproduto acabam por saber.

O famoso e clichê: e-marketing

O e-mail marketing, por mais que as plataformas de divulgação de produtos tenham crescido largamente nos últimos anos, ainda possui sua forte credibilidade. Isso porque o e-mail ainda é uma ferramenta muito usada diariamente pelas pessoas no trabalho, em casa ou para fins acadêmicos.

Mas seja esperto: não apenas lance o marketing do seu infoproduto no e-mail. As pessoas acabam por não lerem e excluírem assim que o recebem. Para atrair a atenção, é legal ações de interatividade com os consumidores, que prendam a atenção na leitura e tire uns minutinhos da sua atenção.




Comments are closed.

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!